Depilação a laser vale a pena?

Está pensando em fazer depilação a laser? Será que vale a pena? É pra você? Confira algumas dicas nesse artigo.

É bom pensar na depilação a laser se você:

  • Tem tendência a ter pelos encravados
  • Tem pelo escuro e grosso, mas a pele clara
  • Não se importar em ficar longe do sol duas semanas antes de fazer cada sessão, para não correr o risco de manchar ou queimar a pele

Tirando a prova

Experimente as técnicas existentes (lâmina, creme depilatório, cera, mola, linha e aparelho elétrico) para ter certeza de que nenhuma delas vai atender sua necessidade antes de investir na depilação a laser.

Clique aqui e conheça Happy Hair

Vai mesmo precisar fazer a depilação a laser?

Definitivamente sim se nenhum dos métodos acima evitam que os pelos encravem e, pior, que bolinhas inflamadas apareçam na região.

Hoje em dia, existem diversos tipos de laser que atendem à maioria dos tipos de pele e de pelo, mas ainda é consenso que o pelo escuro e grosso na pele clara é o mais fácil de ser removido.

De forma geral, estima-se a redução de 80% dos pelos, uma quantidade suficientemente boa para quem sofre com foliculite.

Em média, são necessárias entre quatro e dez sessões, com intervalo de 20 a 30 dias entre elas. Já a manutenção deve ser feita uma ou duas vezes por ano.

Ainda não é hora de pensar nisso?

Se você fica com a pele lisinha apenas usando lâmina ou cera, ou se seus pelos são fininhos e claros, não precisa pensar na depilação a laser.

Aproveite a economia e invista em outro tratamento. Vale lembrar que apesar de eficiente, a depilação a laser não é sinônimo de nunca mais ter pelos.

Conheça Rosa Amazônica

Em certos casos, cerca de 20% deles permanecem e alguns podem voltar a nascer após quatro meses.

Média: 5 / 5. Votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sobre - Políticas - Contato
© 2024 Perfil Mulher - Todos os direitos recervados.